Machismo inconsciente

Machismo inconsciente

14 de abril de 2020 Blog 0

Eu gosto do Joe Biden, sempre gostei dos discursos e do posicionamento dele, do bromance com o Obama e estava sinceramente acompanhando e torcendo por ele na campanha presidencial. A noticia de que ele estuprou uma moça que trabalhava com ele (Tara Reade, em 1993) me chocou muito, e me fez questionar também como o machismo está enraizado profundamente em nossas mentes.

Mesmo me considerando uma pessoa bem avançada em termos de consciência social, feminista em essência, me peguei criticando ela mentalmente, e questionando o motivo pelo qual essa moça demorou tanto tempo pra falar. Por que ela escolheu falar justo agora, que estão acabando as prévias? O Biden foi vice-presidente por 8 anos, ela poderia ter falado naquela época. E daí os especialistas falam que cada pessoa tem um processo, tem gente que leva mais tempo para conseguir elaborar e se expor, que não devemos julgar o trauma do outro. Sim, mas ela precisava mesmo falar? Quase 30 anos depois? A essa altura, essa acusação vai fazer bem para alguém nesse planeta? Ela tem sim o direito, mas será que exercê-lo é direito?

O Biden sofreu tantas tragédias na vida, perdeu a esposa, a filha, o filho. Provavelmente ele não é um ser iluminado e deve ter errado muito também. Mas acredito que 30 anos mudam demais uma pessoa. Tem coisas que eu fiz há 10 anos das quais me envergonho em retrospecto, porque eu mesma era muito imatura e insegura. Aliás, tem coisas que eu fiz há apenas dois anos que ainda me embaraçam profundamente hahahaha, pq somos seres humanos em pleno desenvolvimento!! Aprendemos todos os dias!!

Me assusta também esse negócio de BBB, com o cara que foi acusado de estuprar várias moças e elas se pronunciaram depois que ele saiu do programa. Eu fico pensando o quanto deve ser simplesmente abominável você ligar a TV e ver seu estuprador impune, com direito a uma torcida e fã-clube. E tem gente que duvida dos vários depoimentos, com várias provas médicas e testemunhos, dizendo que elas querem “aparecer”. Meudeus, quem é a mulher q quer aparecer desse jeito?? Nenhuma!! E na verdade, se você foi estuprada, não deveria ser criticada pela roupa que estava vestindo, se bebeu ou não, se estava sozinha ou não. Não é não. Simples assim. É duro ser mulher nesse mundo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *