A semente que plantamos

A semente que plantamos

9 de maio de 2018 Blog 0

Hoje chorei no almoço por alguém que nem conheci. Estava com a minha amiga almoçando e ela me contou sobre um amigo que foi assassinado anteontem na Bahia, com cinco tiros à queima-roupa.

O motivo? Ele era honesto, corajoso, um bom homem, que não aceitou conviver com coisas erradas. E isso foi motivo mais que suficiente para alguém decidir ceifar a vida de um jovem sonhador e generoso, acabando com uma família. Destruindo também muito sonho e esperança, pois cada pessoa que está nesse mundo tem um motivo para estar aqui. Esse moço não merecia um destino tão cruel.
Não consigo aceitar que o Brasil chegou em uma situação em que a gente fica com medo de defender nossa opinião e fazer as coisas corretas, porque é como se a gente colocasse um holofote sobre nós mesmos, e as pessoas acham que podem nos calar. 
Acredito num futuro melhor, mas é do momento presente que dependemos, para construir essa visão de um mundo melhor. E sinceramente, o momento atual está muito ruim. Tenho sim vontade de ir embora, alguns dias são mais duros do que outros, e hoje foi um dia particularmente ruim. Ainda bem que mesmo os dias ruins tem apenas 24 horas!
Acho que estou naqueles dias menos esperançosos. Sempre procurei acreditar que as pessoas, em essência, são boas. Agora sinceramente, não tenho muita certeza. E isso é muito triste. Porque precisamos acreditar em um mundo melhor, para trabalhar por ele. Plantar boas sementes. Mas o solo parece improdutivo. Pelo menos é meu sentimento triste de hoje. 😢😢😢

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *